Cuidados básicos

Alimentação dos felinos e caninos

Caninas e felinas gestantes

Para caninos

Para felinos

Cuidados básicos com o animal

Alimentação dos felinos e caninos

Os animais, em sua maioria, vão preferir comida caseira à ração, mas este mau hábito alimentar deve ser evitado desde cedo pelo dono. Muitas pessoas dão restos de comida pensando na economia e nos apelos do animal, o que é totalmente desaconselhável.

Alimentos caseiros são ricos em temperos e não suprem as necessidades nutricionais, podendo causar uma série de problemas de saúde, como obesidade, complicações renais e digestivas.

Existem rações para o desmame, crescimento (várias fases), adulto e até para os idosos. As marcas existentes no mercado têm variedades de sabores e diversas composições, de modo a atender o paladar dos bichinhos. Além disso, já podem ser encontradas rações específicas para animais alérgicos, gordos, cardíacos, renais, hepáticos ou gatos portadores da síndrome urológica felina, um distúrbio que provoca uma série de disfunções que afetam o trato urinário e atacam cerca de 5% a 10% dos gatos adultos de ambos os sexos.

A quantidade, geralmente, já vem especificada na própria embalagem, mas caso tenha ainda alguma dúvida a respeito da melhor ração para o seu tipo de pet consulte o veterinário.

Caninas e Felinas Gestantes

A gestação tanto para cadela quanto para a gata tem uma duração média de 60 dias (58 a 63), e deve ter acompanhamento veterinário. O diagnóstico da prenhez pode ser feito por palpação ou por ultra-sonografia (ambas a partir de 30 dias de gestação).

Principalmente neste período elas necessitam se alimentar com ração de boa qualidade e feitas para filhotes, isto porque seus pequenos bebês necessitam de nutrientes que ajudem na sua formação e na produção de leite. A partir do início da gestação, a quantidade de alimento deverá ser aumentada gradativamente.

Em período de lactação necessita de até três vezes mais a quantidade normal de alimento a que está acostumada a consumir, e precisará ser alimentada com mais freqüência para assegurar que as necessidades de nutrição estão sendo supridas.

É aconselhável dar tanto leite quanto ela queira beber, desde que não tenha problemas para digerí-lo.

É normal que no final da gestação a cadela/gata perca o apetite, principalmente quando está próximo da hora do parto. Duas semanas antes do parto prepare o local onde ela irá ter seus filhotes e a estimule a deitar e dormir lá. Isso a deixará mais segura na hora do parto.

Para Caninos

O banho é fundamental, afinal cuidando da higiene deles, desta forma estaremos zelando pela nossa saúde também.

Existem os “banhos de manutenção”, para limpeza do animal; os “banhos para tratamento”, seja para o controle de parasitas como pulgas, carrapatos, piolhos ou tratamento de problemas de pele; e o “banho a seco”, que utiliza produtos para limpeza da pele sem molhar o animal totalmente.

A freqüência de banhos deve ser orientada pelo Médico Veterinário.

– Proteja sempre os ouvidos do animal com algodão.

– Para secar, coloque o secador a uma distância de aproximadamente 30 cm do pêlo e aproveite para penteá-los.

– Escove sempre o seu cão! Além de ser uma expressão de carinho, remove os pêlos velhos, desembaraça, ativa a circulação e também remove restos de pele morta. Crie esse hábito desde cedo para que o animal se acostume!

– Limpe os dentes do seu animal conforme orientação do Médico Veterinário.

– As unhas devem ser cortadas sempre por um profissional, pois nelas existem nervos e vasos sanguíneos.

– Verifique se não há excesso de secreção nos olhos. Limpe sempre que possível para evitar o aparecimento de manchas na pelagem da região. Utilize algodão seco ou embebido em água filtrada. Nunca utilize colírios sem consultar seu Médico Veterinário.

– Limpe o ouvido toda semana para evitar o acúmulo de cera que pode causar infecções e cheiro desagradável.

Para Felinos

Para nosso amigo ficar feliz e saudável, precisamos dar atenção e carinho, visitar regularmente o médico veterinário, vacinar, vermifugar, e também cuidar de sua higiene.

A escovação dos pêlos é fundamental para os felinos, bem como a tosa higiênica é para algumas raças e por que não o banho em algumas situações?

– Verifique se não há excesso de secreção nos olhos. Limpe sempre que possível para evitar o aparecimento de manchas na pelagem da região. Utilize algodão seco ou embebido em água filtrada. Nunca utilize colírios sem consultar o veterinário.

– Para limpeza dos ouvidos não use objetos pontiagudos que possam empurrar a sujeira para dentro do canal auditivo e machucar ou até causar inflamações. Utilize sempre algodão seco ou produtos específicos para esse fim.

– As unhas devem ser cortadas sempre por um profissional, pois nelas existem nervos e vasos sanguíneos.

– Escove regularmente seu amigo para que ele tenha pêlos brilhantes e sem nós.

Fontes:

http://familiapet.uol.com.br

http://odia.terra.com.br

http://familiapet.uol.com.br

http://www.clubedosviralatas.org.br

Leave a Reply